segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Medo ou Amor?

" Assim como dois caminhos não podem ser seguidos ao mesmo tempo por uma única pessoa, duas escolhas sobre um mesmo tema não podem ser feitas.Aquele que vai à guerra por sentir-se cumprindo seu dever patriota, não pode, ao mesmo tempo, ficar ao lado da esposa e de sua família.Quem escolhe continuar, não pode, simultaneamente permanecer. A vida é uma constante troca de uma coisa por outra e é importante aceitar isso.Quando o caminho bifurca e o destino faz uma pergunta, qual a melhor escolha? Em qualquer espaço ou tempo, pergunte-se: "O que o amor faria?" A resposta a esta pergunta poderá tirar-lhe do ardor de diversas consequências advindas de uma escolha mal feita. O amor cabe em qualquer lugar e hora, permanecendo como a mais acertada forma de ser e fazer feliz.Qualquer outra escolha que não seja por amor, certamente será por medo. Você está se perguntando: "Medo?".Se o medo de perder o que nem é seu se chama ciúme, o amor ao direito de simplesmente escolher estar ao lado chama-se liberdade. Se o medo de admitir que você também erra chama-se rancor, a amorosa visão de que ninguém é melhor que ninguém chama-se perdão. Se formos pensar, tudo o que não nos faz bem são medos disfarçados e tudo o que nos torna melhores e felizes é o amor. Medo de si mesmo é não gostar-se e aí, é bom saber que você pode reinventar-se a todo momento. Amor por si mesmo é gostar-se e aí, a energia contagiante de fazer com que todos ao seu redor sintam-se atraídos por você, chama-se auto-estima.O que você tem escolhido? Na hora de viajar, por exemplo, pergunte-se: Estou deixando de ir por medo, estou indo por medo, estou ficando por amor ou estou indo por amor? E lembre-se, amor é algo que só pode existir, quando antes existe por você próprio. Ame-se mais para amar mais. Não ama, apenas acha que ama, aquele que diz que ama mas nem sabe o que é amor próprio.Medo ou amor? A escolha é sua e cada segundo de sua vida lhe perguntará isso." (Victor Chaves)

Às vezes me pergunto... Porque tantas perguntas sem respostas em minha mente? Porque certas coisas acontecem na hora que menos esperamos? Porque é tão dificil tomar certas decisões?
Sempre que parece que é quando tudo está dando certo, aparece algo que nos deixam perdidos. Uma simples palavra, um simples gesto, um inesperado momento. O porque acontecem, ninguém sabe, além de Deus. Às vezes queria poder achar resposta pra tudo, mas infelizmente nem eu e nem ninguém tem esse poder.
Como agir certas horas?
Será que tenho medo de deixar certas coisas pra trás, partir pra outro caminho, outro mundo e viver coisas novas sem me arrepender? Mas e se eu me arrepender e perder também o que tinha? Ou será que é o amor que está fazendo isso, me pregando uma peça, querendo me abrir o olho até dos meus próprios sentimentos, eles que talvez nem eu mesma tenha enxergado ainda?
Medo ou Amor? Que caminho seguir?? Que decisão tomar?? Incertezas?
Medo ou Amor ou um Amor com um certo Medo??
Nem eu e nem ninguém sabe...

3 comentários:

Miika disse...

Talitaaaaa ! ta ficandoo lindoo seu bloog ! ;D
começoou supeer beein xuxu !
Te adoroooooo !!
Beijãão ;*

biaziha disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Biazinha disse...

Oii tah, mtoo rosa, ops lindoo seu blog!!! sua caraa=P

Mto lindooo esse texto!!

Te amooo
Bjoo